Revista de moda – Eusoubonito.pt

O que utilizar e como cuidar de pele com acne?

Pode ser um choque desagradável: uma pele sempre bonita, jovem que, de repente… começa a revoltar-se. Pode começar por notar algumas borbulhas e pontos negros no rosto, assim como a produção excessiva de sebo e um brilho desagradável na pele. O excesso de sebo também provoca um conjunto de condições inflamatórias na pele, que agravam ainda mais o acne e as mudanças graves e desagradáveis da pele. Como combater estes problemas de pele? Que cosméticos devem constar num estojo de beleza de uma adolescente rebelde?

Quando adquirir cosméticos para pele propensa a acne, deve perceber que a sua utilização não é apenas determinada por fins higiénicos mas também curativos. Um bom cosmético anti-acne atua como um medicamento, mais especificamente um tratamento anti-acne. Assim, a sua seleção devem ser muito bem pensada e apropriada. Vale a pena lembrar que os cosméticos muitas vezes não são suficientes para eliminar o acne (especialmente a sua forma agressiva e intensa). A sua composição e tipo são de grande importância.

Cosméticos anti-acne – tipos

No que diz respeito aos cuidados de peles com acne, um creme facial não é suficiente. A chave para o sucesso é a limpeza do rosto com cosméticos especiais – apenas uma pele bem preparada absorve os ingredientes contidos no creme facial. Para alcançar a vitória no combate ao acne, terá de utilizar alguns produtos especializados que irão complementar as suas propriedades e criar uma cura excelente para as imperfeições. Estes produtos incluem:

  • cosméticos de limpeza (géis, espumas/mousses) – removem todas as impurezas e o excesso de sebo do rosto, acalmam a pele e restauram o seu equilíbrio bacteriano, normalizam a seborréia e acidificam a pele, equilibrando o seu pH.
    Os géis de limpeza facial, géis para pele jovem (muitas vezes apresentam efeitos antibacterianos e antisséticos) e vários tipos de água micelar com agentes antibacterianos que são baseados em ingredientes vegetaiss ou – recentemente popular – carvão activado, que recolhe perfeitamente todas as impurezas do rosto;
  • esfoliantes – é melhor evitar fazer esfoliações tradicionais em pele com acne. Tratam-se esfoliações mecânicas da epiderme (este procedimento irá espalhar ainda mais as bactérias no rosto e exacerbar o acne). No entanto, a limpeza da pele é extremamente importante, por isso não desista de aplicar peels, mas opte por aqueles que não requerem atrito (gommage ou peel enzimático serão os melhores). Se tiver pele oleosa e com acne, pode utilizá-los 2-3 vezes por semana;
  • cosméticos bacteriostáticos – são produtos especializados muito úteis quando se trata de uma forma mais forte de acne, ou a sua variante pápulo-pustulosa. Devem ser utilizados ​​de manhã e à noite. Este tipo de produtos inibe a multiplicação de bactérias e, assim, ao longo do tempo, curam as alterações que o acne impõe no rosto. Além disso, os cosméticos bacteriostáticos também esfoliam as células mortas da pele, portanto, durante a sua utilização, é melhor limitar a utilização de outros peelings faciais ou consultar um dermatologista;
  • tónicos normalizantes – o tónico tornou-se recentemente um cosmético muito subestimado. No entanto, nada acalma mais a pele e restaura melhor o seu pH do que um tónico. Os tónicos destinados a peles propensas a acne também regulam a secreção de sebo;
  • cremes de noite especializados – as peles jovens não exigem a utilização de outros cosméticos de dia e de noite – um creme facial é suficiente. No entanto, a situação é diferente quando tentamos combater uma situação de acne forte e seborreia irritante. Nesse caso, vale a pena utilizar um creme de noite especialmente selecionado com efeito diferente do “diurno”: o creme esfolia a pele, cura e reduz o acne, regula a produção de sebo, unifica o seu tom e desobstrui, limpa e estreita os poros;
  • máscaras antibacterianas e matizantes – as máscaras faciais proporcionam alívio e melhoram a aparência da pele. A sua ação é superficial, mas certamente conferem conforto e eliminam o brilho excessivo da pele por muitas horas, melhorando a sua condição e aliviando o acne. Idealmente, se forem compostos por ingredientes naturais – se você estiver à procura de uma boa máscara antibacteriana que também limpe e regule o sebo – experimente uma argila natural, verde. Pode misturá-la com hidrolato de ervas, água ou tónicos naturais para criar uma pasta especial que deve ser aplicada no rosto. Depois de seca, remova-a com água morna;
  • Óleos naturais – afinal o óleo regula perfeitamente a secreção de sebo e reduz a seborreia. Como é que isso é possível? Principalmente porque a maioria dos óleos contém esqualeno, um ingrediente presente no sebo humano que equilibra o trabalho das glândulas sebáceas. Ao mesmo tempo, os óleos fornecem à pele um conjunto completo de vitaminas e minerais, atuam de forma antisséptica e ajudam a curar as lesões do acne. O melhor é aplicar os óleos durante a noite. Se quiser testá-los na sua pele, opte por óleo de jojoba ou o óleo de coco – são os óleos que contêm a maior quantidade de esqualeno;
  • corretores antibacterianos e preparações cicatrizantes pontuais – são muito úteis na maquilhagem diária ou em peles com imperfeições extremamente difíceis, porque aceleram o processo de regeneração e ajudam a combater as alterações locais da pele. Os corretores mascaram perfeitamente as imperfeições e facilitam muito a aplicação da maquilhagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *